Virando Gringa

Como viajar sem dinheiro: 10 sites de hospedagem alternativa

Muita gente pergunta como é possível viajar mesmo que seja “na pindaíba”. Devo dizer que não é fácil.
Em uma outra postagem que fiz no Catraca Livre, de nome “Como nos tornamos cidadãos do mundo“, relatei um pouco de como nos sentimos quando viajamos. E relatei um pouco o que é o sentimento de voltar ao nosso país depois de viajar. A partir desse texto, surgiram muitos pedidos de reportagem sobre como fazer uma viagem econômica. Vamos lá!
Antes de tudo você tem que se tornar um fanático por pesquisa na internet. Tem que ler, e muito, sobre onde você quer ir, como quer ir, e quando quer ir. Bolsas de estudo são uma ótima alternativa pra quem é estudante. E tem muita opções. Na barra lateral deste blog, ali do lado direito, ali embaixo tem uma lista de instituições que dão bolsa de estudo para estudantes universitários! Faça uma busca!
Bem, vamos por partes. O que precisamos para planejar uma viagem? Para o mínimo precisamos de Transporte, Hospedagem, Comida, e algum dinheiro extra para comprar lembranças se você for desse tipo.

Você pode também trabalhar em troca de hospedagem e comida

Para encontrar pessoas dispostas a fazer isso, consulte sites especializados como o Workaway.info, o WWOOF (World Wide Opportunities on Organic Farms), o Conservation Volunteers, Australia and New Zealand e o HelpX.net. Só aqui já são 4 sites para procurar o dia todo que nem doido.

WWOOF-wageningen

It’s all about the organic life! <3

O WorldPackers encontra hospedagem para você trocar pelo seu trabalho, por exemplo, trabalhando num Hostel. Confira no site deles.

Para dormir de graça

Você pode usar a boa e velha amizade, mas caso ainda não conheça ninguém lá fora, pode usar o Couchsurfing, que é um site para surfar o sofá dos outros. Ou seja, dar uma passada rápida pela casa de alguém, de graça. Eu já fiquei em Couchsurfing por mais de um mês e foi ótimo.

DICAS DE COMO USAR O COUCHSURFING E COMO CONSEGUIR UM HOST LEGAL, VOCÊ ENCONTRA AQUI.

Outra oportunidade é cuidar da casa de alguém enquanto esta pessoa está fora.

Isso você encontra nos seguintes sites: House CarersMind My House e Trusted HouseSitters. Com exceção do Couchsurfing que tem gente falando português, todo o resto é feito em inglês, porque afinal é o idioma universal. Se não consegue conversar em inglês ainda, é melhor começar a estudar, ou me chamar, porque dou aulas por um precinho camarada. Só até aqui já são nove sites! Quantas opções!

MY CASA SU CASA
Uma maneira de conseguir dormir em outro lugar, mas ainda gastando com transporte e comida é oHome Exchange, ou Troca de Casa. Você consegue encontrar gente que está disposta a deixar você dormir na casa delas, desde que você abra sua casa também. É tudo baseado na confiança mútua, e baseado na ideia de que ainda existe gente boa no mundo. Que lindo, né?

Precisa de hospedagem barata em qualquer lugar do mundo?
Reserve por Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!
E que tal visitar museus pela Europa sem fila?
Reserve com o TicketBar Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Quer saber tudo e mais um pouco sobre veneza?
Compre o e-book! Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Related Posts

Leave a Reply

2 comentários sobre “Como viajar sem dinheiro: 10 sites de hospedagem alternativa

  1. Pingback: Worldpackers: Troque suas habilidades por hospedagem grátis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *