Virando Gringa

Confira 10 destinos britânicos além de Londres sugeridos pela LATAM

Diversão à beira-mar

Brighton, Inglaterra

De vilarejo de pescadores a uma das cidades mais fervilhantes do país, Brighton reúne uma atmosfera descontraída e com uma rica cena cultural. Seu icônico píer vitoriano à beira-mar é o ponto de encontro local, com vários bares, restaurantes e o famoso parque de diversões debruçado sobre o oceano. Impossível também não se impressionar com a arquitetura extravagante do Royal Pavilion, antigo palácio do rei George IV.

Cidades universitárias

Cambridge e Oxford, Inglaterra

Famosas por abrigarem duas das mais importantes universidades do mundo, as cidades, apesar da rivalidade declarada há mais de 800 anos, têm muito em comum: o clima universitário, os edifícios de pedra, as ruas repletas de bikes, os ex-alunos ilustres… Em Cambridge, o prédio do King’s College, com sua imponente capela gótica, e os passeios de gôndola pelo Rio Cam são os grandes cartões-postais. Em Oxford, os fãs da saga de Harry Potter também se realizam: os salões do Christ Church College e a Bodleian Library serviram de cenários para os filmes da série.

Entre reis e rainhas

Windsor Castle (Castelo de Windsor), Inglaterra

A pouco mais de 40 km de Londres, o Castelo de Windsor guarda, entre suas muralhas de pedra e salões grandiosos, mais de mil anos de história. Trata-se do mais antigo castelo ainda em uso da Europa – e, em plena forma, pois é uma das residências oficiais favoritas da rainha Elizabeth II. O local abriga ainda um acervo precioso, como a famosa casa de bonecas da rainha Mary, pinturas, estátuas e outros itens da Coleção Real.

Beleza natural

The Lakes District (região dos lagos), Inglaterra

Quase na fronteira com a Escócia, o condado de Cumbria é a casa do maior parque nacional inglês – um verdadeiro refúgio de montanhas, vales, estradinhas cênicas, vilarejos com um quê medieval e, claro, lagos. Ali encontram-se o Scafell Pike e o Windermere Lake, respectivamente a maior montanha e o maior lago da Inglaterra. Não à toa, a beleza dos seus arredores atraiu, no século 19, diversos escritores, que buscavam inspiração, como Beatrix Potter, autora de clássicos infantis.

Paisagens de contos de fadas

Snowdonia, País de Gales

Cercada por montanhas, praias e lagos, o parque nacional de Snowdonia se encontra em uma região repleta de lindas paisagens naturais. Por ali, concentram-se diversos vilarejos que parecem ter saído de contos de fada. Chegar até o topo do Snowdon, uma das montanhas mais altas da Grã-Bretanha, é um dos passeios mais cobiçados. Para alcançar seus 1.085 metros de altura, é possível fazer trilhas por suas encostas ou embarcar no trem Snowdon Mountain Railway.

Além do kilt e das gaitas de foles

Edimburgo e Highlands, Escócia

Separados por 250 km, os dois principais cartões-postais escoceses são um resumo fascinante do país. Andar pelas ruas da capital é como fazer uma viagem ao passado medieval (o Castelo de Edimburgo não nos deixa esquecer isso), sem abrir mão dos confortos de uma metrópole moderna. Já a imensidão das Highlands, região plana pontilhada por montanhas e bosques, seduz com suas paisagens selvagens e repletas de lendas – o famoso Lago Ness e seu “temido” monstro estão ali.

Herança romana

Bath, Inglaterra

A história da cidade remonta há quase 2 mil anos, quando os romanos construíram no local complexos de banhos com águas termais, que ainda hoje podem ser visitados (só não é mais permitido se banhar). Bath, porém, também é muito conhecida graças a uma de suas moradoras ilustres: foi aqui que a escritora Jane Austen escreveu parte de sua obra, como o clássico Orgulho e Preconceito, inspirada pela aristocracia que frequentava o local no século 19.

Pedras no caminho

Stonehenge, Inglaterra

Séculos se passaram, mas ainda sobram dúvidas e mistérios pairando sobre Stonehenge. Pouco se sabe sobre o misterioso círculo de pedras gigantes localizado a mais 140 km de Londres. Estima-se, porém, que ele foi disposto ali há cerca de 5 mil anos, de acordo com os movimentos do Sol. O centro de visitantes tenta desvendar parte desse enigma pré-histórico, com uma exposição permanente de outros artefatos encontrados na região, e traz ainda explicações sobre o monumento.

Terra do iê-iê-iê

Liverpool, Inglaterra

Impossível falar de Liverpool e não lembrar imediatamente dos seus “filhos” mais famosos: Os Beatles. O quarteto iniciou sua carreira ali e há várias atrações pela cidade que recordem a trajetória do grupo, como o Cavern Club, bar onde se apresentaram pela primeira vez. A cidade portuária ainda exibe sua vocação original no Albert Dock, antigos estaleiros do século 19 revitalizados onde ficam museus, áreas de lazer e restaurantes.

Futebol e rock’n’roll

Manchester, Inglaterra

De palco da Revolução Industrial a berço de diversas bandas de rock, como The Smiths e Oasis: assim é Manchester, uma cidade repleta de contrastes, localizada no norte do país. Além da música, o futebol é outra paixão que orgulha seus moradores, sendo o estádio do Manchester United uma de suas principais atrações. Com uma forte cena cultural, não faltam museus e galerias, como o The Lowry, com sua arquitetura moderna, e o interessante Museu da Ciência e da Indústria.

Fotos: Visit England, Visit Scotland, Visit Wales Image Centre, Colin Hawkins, Andrew Marshall, Simon Winnall, Thomas Heaton, Joe Cornish, Iain Lewis, Rich J Jones, Doug Hardin

Conteúdo: LATAM

Precisa de hospedagem barata em qualquer lugar do mundo?
Reserve por Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!
E que tal visitar museus pela Europa sem fila?
Reserve com o TicketBar Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Quer saber tudo e mais um pouco sobre veneza?
Compre o e-book! Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Related Posts

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *