Virando Gringa

Falar vários idiomas pode deixar você com várias personalidades! E mais jovem!

Psicólogos da Universidade de Hong Kong observaram que (veja o estudo original aqui) estudantes chineses fluentes em inglês se tornavam visivelmentemais extrovertidos e abertos a novas experiências, muito diferente daquele chinês tímido e retraído que a gente está acostumado a ver.
O efeito foi ainda maior dependendo de com quem esses chineses conversavam no momento da pesquisa. Se eles estivessem speaking english com uma pessoa estrangeira, a nova personalidade ficava ainda mais evidente. E eles até riam mais, e faziam piadas!
Eu convivi com muitos chineses lá em Wageningen, e realmente alguns me disseram que o intercâmbio mudou a vida deles em todos os sentidos.
Depois de perceber que eles podem ser extrovertidos em outras línguas, eles tendem a melhorar na própria comunidade deles.
Eu mesma, apesar de obviamente não ser chinesa, confirmo esse estudo, porque me tornei mais maluca e mais extrovertida em português depois de perceber que podia fazer isso, em inglês. Por incrível que pareça eu só percebi que podia fazer isso depois do intercâmbio. Não adianta. A gente pode saber tudo na teoria, mas na hora que estamos em outro país convivendo com gente que nunca vimos antes, somos obrigados a ativar novas áreas da nossa personalidade. Só a experiência traz isso.
Muita gente fala que a gente “vira uma outra pessoa” depois de viajar. E de fato, vira mesmo.
O que o pessoal desse estudo falou, na verdade, é que a pessoa pode desenvolver várias personalidades.

Por exemplo, quando fala francês a pessoa fica do jeito que os franceses são.

Haters dirão que a pessoa fica então louca por baguette, bebendo vinho de alto nível e comendo macarons o dia todo.

Brincadeiras à parte, a verdade é que a gente se adapta à sociedade em que vive. E tem coisas que não dá mais pra mudar.

Dos holandeses eu peguei aquele bom e velho “foda-se”. Para o holandês, desde que você não esteja prejudicando ele, você pode fazer o que você bem entender. E isso é ótimo pra convivência diária. Menos julgamentos, mais amizades, muito mais amizades.

Dos franceses e belgas eu aprendi que contato físico não é nada de mais. Pessoas podem te abraçar e te beijar sem estarem com segundas intenções. Homens podem falar que você é linda simplesmente porque isso vai te deixar feliz pro resto do dia, e ele sabe disso. Não necessariamente o cara está a fim de você só porque falou isso. Sim, franceses são muito românticos e doces, não é estereótipo. Mas também são muito libertários.

Deitar no colo dos amigos não é nada demais. Pra muita gente no Brasil isso seria esquisito. Pra outros não. Depende da pessoa.
Dos alemães e ingleses eu aprendi que ser direto não é ser mal-educado. Tem uma diferença. E torna a vida mais fácil e mais honesta. Os ingleses também são as pessoas mais non-sense que eu já vi. Deles eu aprendi que um pouco de loucura deixa sua vida muito mais interessante.
Eu poderia escrever por horas e horas aqui sobre cada nação. Mas vamos deixar pra outro post.
Mas voltando ao nosso assunto de hoje, para os pesquisadores, tudo isso sugere um link claro entre linguagem e personalidade. Eles explicam: o poder, é claro, não está na língua em si, e sim na ideia que as pessoas têm de quem a fala. Ou seja: se eles consideram os falantes de inglês mais extrovertidos, ajustam suas personalidades de acordo na hora de usar o idioma.

Mais jovem

Outra descoberta incrível dos pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, foi que crianças que falam mais de uma língua conseguem proteger melhor o cérebro contra doenças da velhice.
Segundo esses psicólogos, a linguagem trabalha a capacidade cognitiva, estimulando as conexões nervosas e prevenindo a degeneração das células cerebrais.

Como eu sempre digo, usar o cérebro só faz bem pro cérebro!
O estudo foi efetuado em pessoas entre 75 e 95 anos. O resultado mostrou que quanto mais línguas alguém falava, melhor era seu estado mental na velhice.
Então vamos aproveitar a juventude pra viajar e aprender, já preparando pra ter uma velhice linda, cheia de experiência, e com a cabeça a mil!!
Tem alguma desvantagem em viajar e conhecer o mundo? Eu acho que não!
Fonte:  Ciência Maluca

Thanks for installing the Bottom of every post plugin by Corey Salzano. Contact me if you need custom WordPress plugins or website design.

Related Posts

2 comentários sobre “Falar vários idiomas pode deixar você com várias personalidades! E mais jovem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CURTA!