Virando Gringa

Índia baniu todas as formas de plástico descartável de sua capital

Inspirada na decisão de 2016 da França, que baniu talheres de plástico em todo o país, a Índia resolveu banir também, porém na capital apenas.

Medições de 2017 indicam que 32% das 78 milhões de toneladas de embalagens plásticas que produzimos anualmente acaba chegando nos nossos oceanos. Isso equivale a um caminhão cheio de plástico todo minuto!

De acordo com o Jornal India Times, a Índia é responsável por 60% do plástico que é jogado nos oceanos, todo ano. O país tem se tornado cada vez mais preocupado com este problema, que introduziu através do National Green Tribunal um “ban”, uma proibição banindo todo plástico descartável da capital, Delhi.

Ou seja, depois desta decisão, não é permitido usar nem comercializar: sacolas plásticas, copos plásticos e talheres plásticos, em Delhi.

“E não é só isso…”

A quantidade de plástico não foi a única causa da proibição. Esta última foi introduzida como resultado de muitas reclamações sobre queimas massivas de plástico, junto com outros tipos de lixo, em aterros locais. As queimas foram proibidas, devido à poluição do ar pela fumaça preta e tóxica que geram.

Recorde de poluição

A Índia é um dos países com mais índice de poluição do mundo, tendo várias cidades do “top 10 da poluição”. Pena que esse “top 10” é no sentido mais negativo possível.

Os dados da World Health Organization mostram com clareza a situação em que se encontram as cidades mais poluídas da Índia:

 The 20 most polluted cities in the world

 

Outro estudo estima que as partículas de poluição geradas pela produção de energia comercial e residencial, incluindo a energia usada para queima de lixo, contribuem para casos fatais em toda Índia, confira o estudo na revista científica Nature.

Um dos locais mais visitados da Índia, tem diversos depoimentos da poluição de plástico nos seus arredores, como pode ser visto nesta foto:

Taj Mahal cercado de lixo

 

 

Em Karnataka, um estado no sudoeste da Índia, nenhum comerciante, dono de loja de atacado, ou grande supermercado poderá usar sacolas de plástico, pratos de plástico, copos de plástico, colheres de plástico ou embalagens de plástico.

Como será a fiscalização, ou como isso vai ser implementado, nós ainda não sabemos!

Para finalizar, se você acha que esta decisão é “extrema” ou “exagerada”, se as fotos não bastaram, investigue a Grande Ilha de Lixo do Pacífico, ou dê uma olhada neste gráfico:

Até 2015, mais de 90% das aves marinhas terão certamente ingerido plástico, se continuarem no mesmo ritmo que estão agora. E nada indica que elas vão aprender do nada que o ser humano joga lixo no habitat natural dela, aonde ela sempre comeu e sempre viveu, mesmo antes do homem chegar.

Imagem: UN

Outros estão aderindo

Em fevereiro de 2017, o Programa Ambiental das Nações Unidas lançou uma campanha chamada #CleanSeas, uma iniciativa global para acabar com a poluição de plástico nos oceanos. Dez países já aderiram, são eles: Bélgica, Costa Rica, França, Granada, Indonésia, Noruega, Panamá, Santa Lúcia, Serra Leoa e Uruguai.

Em 2016, a Tasmânia, Etiópia e Marrocos iniciaram ações neste sentido. Além é claro, da pioneira França como já mencionado.

Pra finalizar é importante dizer: nem sempre é responsabilidade dos governos. Não jogue lixo no chão, na praia, na floresta, aonde você for: SEU LIXO É PROBLEMA SEU, CUIDE!

Precisa de hospedagem barata em qualquer lugar do mundo?
Reserve por Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!
E que tal visitar museus pela Europa sem fila?
Reserve com o TicketBar Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Quer saber tudo e mais um pouco sobre veneza?
Compre o e-book! Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *