5 dicas para aprender inglês em casa e se tornar fluente

Aprender inglês em casa parece bom demais para ser verdade, mas é perfeitamente possível. Mesmo que você esteja passando por um momento difícil financeiramente, não é preciso muito dinheiro para exercitar um novo idioma. Graças à internet, você encontra muito conteúdo gratuito e informação para se tornar fluente em inglês.

Nesse post separei algumas dicas para aprender inglês em casa ou aprimorar a sua fluência se você já sabe um pouco de inglês.

1 – Não traduza – pense em inglês

Sei que isso parece sem sentido. Afinal, “como pensar em inglês se não sei falar inglês?”. Comece aos poucos.

Primeiro, leia coisas em inglês, mesmo que seja livro de criança, charge, tudo que conseguir. Tente assistir série com legenda em inglês para tentar ver se o que dizem é a mesma coisa que tá na legenda!

Para acelerar seu processo de aprender inglês em casa, tente memorizar expressões do inglês que te ajudam a formular frases. Tem dois canais do Youtube onde você aprender muitas expressões para te ajudar nesse sentido:

Tente não pensar em português e depois traduzir palavra por palavra. Muita gente faz isso, porém não funciona. Nem sempre a tradução é o melhor método para aprender. Às vezes a ordem das palavras vai ser diferente, ou mesmo a maneira de estruturar o pensamento é diferente. Basicamente, pessoas que falam idiomas diferentes talvez enxerguem o mundo de forma diferente.

Além disso tem as gírias, os memes, as piadas de cada época. Saber um idioma é adentrar a cultura do idioma, só assim se chega à fluência. É por isso que gringos soam tão estranhos quando estão tentando falar português. É normal para qualquer pessoa aprendendo um idioma.

2 – Fale sozinho no idioma que quer aprender

Parece estranho, mas funciona pra caramba! A maioria das pessoas fica travada quando tenta conversar em inglês com os outros, por que nunca fez isso antes. Escrever é completamente diferente de falar. Para falar, só se aprende falando, repetindo que nem um papagaio. Assim como nós fizemos quando éramos criancinhas e estávamos aprendendo português.

Você sabia que quando falamos outros idiomas, usamos músculos diferentes da nossa face? Também por isso, é preciso falar para exercitar, só pensar no outro idioma não basta. Conte uma história do que aconteceu no seu dia, ou um sonho estranho que você teve. Se não souber as palavras, é hora de aprender e formar as frases no papel para depois praticar a fala.

via GIPHY

3 – Imite frases e expressões de personagens que você gosta

Assista uma série que você ama, ou um filme, e tente memorizar as expressões que essa pessoa usa.

Por exemplo, se você gosta de Friends, você pode lembrar de pequenas expressões como o “How you doing” do Joey, ou o “I know” da Monica e pensar em quais situações eles usam isso, qual o contexto que usam isso e coisas do tipo.

Meu personagem preferido é a Phoebe, e ela é que a fala as coisas mais surpreendentes sempre, então não dá para ficar entediada! haha

via GIPHY

Tente aplicar pequenas expressões no seu dia-a-dia, mesmo falando sozinho como: “I can’t believe it”, “That’s fine”, “That’s weird”, “That’s cool”, “I have to go”, “See you later”, “I need to do this now” e muitas outras frases curtas.

Recomendo outras séries ótimas – com conteúdo simples e leve – para te ajudar a aprender inglês em casa:

  • Everybody hates Chris (I don’t need this, my man has two jobs!)
  • How I met your mother
  • That 70’s Show
  • Fresh Prince
  • Big Mouth
  • Adventure Time

Outras séries que assisti aprendendo inglês, mas não são tão fáceis assim:

  • Rick and Morty
  • The Office
  • South Park
  • Arrested Development
  • Family Guy
  • Parks and Recreation

via GIPHY

Existem outras séries mais complexas, como Hannibal, Game of Thrones, How to get away with murder, Fargo, Breaking Bad, Better Call Saul, Anne with an E e tantas outras que podem te ensinar vocabulários completamente novos. Para assistir essas séries é legal estar no nível intermediário e botar a legenda em inglês.

4 – Coloque seu celular no idioma que está aprendendo

Pense em quantas vezes você abre o celular por dia. Colocando seu celular e computador em inglês, francês, alemão, ou qualquer outro, você vai ver palavras no novo idioma todo dia. Isso vai te ajudar a usar o idioma de forma automática. Eu sempre tive as redes sociais em inglês, como o Instagram, Facebook e outras – isso ajuda a pegar o jeito das estruturas de frase e se acostumar com o formato das sentenças no novo idioma.

Outra dica: Siga contas no outro idioma, nem que seja de meme hahahah Mesmo sem querer, vai te ajudar no objetivo de aprender inglês em casa. Sei que parece bobo, mas tem muitas frases que aprendi com memes. A fluência vem com pequenos passos, dia-a-dia, não desista!

5 – Aproveite cursos de inglês gratuitos e online para fazer em casa

Mango Languages também liberou aulas online de graça durante a quarentena para mais de 70 idiomas!

Outros posts do Virando Gringa sobre aprender inglês

 

 

 

=================================================
Descontos para seguidores:
➜ Desconto de até R$ 179 no AirBNB
Primeira viagem de graça pelo Buser
➜ Desconto de USD 10 na anuidade da Worldpackers
➜ Desconto em Seguro viagem
➜ Reserve ingressos para qualquer atração na Europa e fuja das filas
➜ Chip de viagem internacional para ficar conectado em qualquer lugar do mundo

Precisa de hospedagem barata em qualquer lugar do mundo?
Reserve por Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!
E que tal visitar museus pela Europa sem fila?
Reserve com o TicketBar Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Quer saber tudo e mais um pouco sobre veneza?
Compre o e-book! Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Tradutora, redatora e mochileira, trabalho de qualquer lugar desde 2018. Mostro que é possível fazer intercâmbio e mochilão sem precisar gastar demais. Até agora, visitei 23 países, morei na Holanda, na Alemanha, na China. Fiz 5 intercâmbios - 3 com bolsa de estudos e outros trabalhando ou como voluntária - fiz voluntariado no Brasil e na Europa, mochilão pela Europa, e agora estou no Brasil, último destino: Peru.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

virandogringa