Virando Gringa

Como conseguir uma bolsa de estudos para fazer intercâmbio?

Toda vez que falo das minhas viagens, sempre aparece alguém pra dizer: “Nossa, mas você deve ser nerd mesmo, hein?” Ou “caramba juliana, mas você é sortuda, né?“. E o PIOR de todos “Ah você deve ser rica, com papai pagando tudo fica mais fácil“. Eu já cheguei a me incomodar com isso, hoje em dia eu faço posts sobre isso! 🙂 
 
POIS ESCUTEM SÓ:
Eu sou nerd, mas não é por isso que ganhei bolsas de estudo. Quer dizer, não é apenas por isso.
Eu sou uma menina de sorte, sim, porque tenho pai, mãe, irmãos e familiares e cachorros que me amam. Principalmente os cachorros.
Mas acima de tudo: NÃO SOU RICA. Não sou daquelas pessoas que sai comer fora toda semana. Não sou daquelas pessoas que compram roupa todo mês. Não sou daquelas pessoas que não sabe nem o que é andar de ônibus. Sério, eu não tenho dinheiro sobrando, muito menos os meus pais. Eu também não tenho um marido rico. Nem um sugar daddy.
 
Então como eu consegui viajar estudando/estudar viajando?
 
E como eu consegui participar dessa competição de estudantes na Alemanha com tudo pago?

Como conseguir bolsas de estudo para fazer intercâmbio?
 
1. A primeira coisa que você tem que fazer é sentar a bunda na cadeira, pesquisar, e se inscrever! 
Tem muita gente pensando que a bolsa vem até você. Que te convidam…
Vixi Maria se eu fosse esperar o pessoal me convidar eu ficaria no Brasil a vida inteira!
Se inscreve em tudo que você encontrar, preencha 25 mil formulários de bolsa de estudo mesmo que eles exijam que você escreva a mesma informação milhões de vezes.
Sério. Aqui no meu computador eu tenho uma pastinha só com textos para inscrição em bolsas. Só com modelos que eu fiz sobre “carta de motivação para bolsas”, “falar sobre mim em inglês”, “falar sobre minha experiência profissional”, “falar porque eu mereço uma bolsa”. E por aí vai. Tem post sobre isso também! Exercite sua paciência, exercite sua capacidade de escrever, e exercite o seu inglês (ou outro idioma falado no país onde você quer ir!).

E não vem me dizer que não tem inglês porque aula de inglês é caro. É caro mesmo, mas hoje em dia com a internet não existe mais a possibilidade de não estudar tudo que você quiser. SAI DO FACEBOOK e entra pelo menos no Duolingo. Procura o Daily Steps. Procura o EngVid. E aprende pela internet. Youtube tá aí pra isso. Afinal, você quer viajar ou não quer? 

 

2. Tente várias vezes, não desista!

Para se inscrever você tem que pesquisar muuuuuito e encontrar universidades que forneçam bolsas para “International Students” ou até mesmo bolsas específicas para brasileiros. Alguns exemplos: Nuffic para bolsas na Holanda, Várias universidades da Irlanda, Bolsa do banco Santander para Inglaterra, Espanha, e China (Pequim e Shanghai), entre outras. 

3. Procure quem entende do assunto

Existem sites que mostram bolsas semanalmente pra você direto no seu e-mail, como o Scholarships 4 Development, o Masters Portal (para Mestrados), o Undergraduates Portal (para graduação), O PhDs Portal (Para Doutorado), O Study in Europe (pra todos). O Bolsas Universia anuncia bolsas para o mundo todo, 
Existem ainda os sites que tratam de um país em específico, como o Study in Sweden, da Suécia; e outros que eu citei nesse outro post.

Outra opção de busca: escreva o nome do país ou cidade que você quer ir, juntamente com a palavra “bolsa”, ou “scholarship”…e simplesmente veja o que aparece no google. Já fez isso hoje? Faça de novo na semana que vem.

4. Confie em você mesmo, mas não se ache a última bolacha do pacote

Amiga ou amigo, para se inscrever numa bolsa de estudos você precisa de uma boa carta de motivação (toda universidade pede isso só para início de conversa). Precisa ter o idioma falado no país em questão. OK. Pode ser que o seu inglês não seja tuuudo isso. Tudo bem!
 
Se você conseguir escrever uma boa carta falando de você mesmo de forma sensata, sincera (tem gente que mente, mas pra que isso?); nem que um amigo seu precise te ajudar a deixar a carta mais chique, você está chegando lá. Vai lá e faz.
 
Eu fiz uma carta de motivação para meu primeiro intercâmbio, lá em 2011, e quando leio essa carta fico rindo do que escrevi. Sério. Hoje em dia eu não escreveria essa carta de novo…Mas o que importa isso? Consegui o intercâmbio do mesmo jeito. Vai lá e faz

Quando estiver escrevendo sobre você num processo seletivo para bolsas: Fale dos seus hobbies, fale dos cursos que já fez, nem que seja um curso de fotografia há 10 anos atrás (desde que seja relevante para o curso ao qual você está se candidatando). Mostre porque você é uma pessoa interessante, e não repita informações que já estão no seu currículo! Mostre sua visão pessoal em cima do que já tem no seu currículo. Não use clichês. Não diga que “o estágio X serviu para conhecer mais sobre a parte prática do meu trabalho” – todo mundo fala isso, e todo mundo sabe disso!
Não diga que “o intercâmbio Y serviu para que eu conhecesse outras culturas” – todo mundo fala isso. Fale algo mais pessoal sobre o intercâmbio, ou sobre a viagem à itaquaquecetuba, sei lá! Fuja dos clichês, exercite sua criatividade! 

E acredite em você mesmo. Se você não acreditar, quem vai?
É como diz um grande amigo: O “não” você já tem! O que tem a perder agora?
 
5. Vem contar sua experiência pra gente!
 
Logo vem mais dicas de intercâmbio aqui no blog! Espero que todo mundo consiga pelo menos uma bolsa pra ver um pouquinho do mundo e sair da bolha.
Quando você conseguir, vem contar pra gente?

Precisa de hospedagem barata em qualquer lugar do mundo?
Reserve por Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!
E que tal visitar museus pela Europa sem fila?
Reserve com o TicketBar Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Quer saber tudo e mais um pouco sobre veneza?
Compre o e-book! Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Related Posts

Leave a Reply

Um comentário sobre “Como conseguir uma bolsa de estudos para fazer intercâmbio?

  1. Pingback: Programa Top China do Santander: ponto de vista de uma estudante | Virando Gringa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *