Duas plataformas que você deveria conhecer se quer viajar barato e se divertir

Trabalhar enquanto viaja é o sonho de muita gente, e esse sonho vem se tornando cada vez mais real. Cada vez mais, surgem plataformas que permitem mais liberdade na hora de escolher onde viver e trabalhar.

Bora viajar!

Couchsurfing

couchsurfing_camila-chile

Couchsurfing é uma comunidade de viajantes que se ajudam oferecendo hospedagem gratuita por todo o mundo.

“Em todas as minhas surfadas, sempre tive boas histórias pra contar, consegui amigos pra vida e sempre pude compartilhar conhecimentos, aprender e ensinar (no meu caso, até namorado chileno eu consegui hahaha)”. (Camila)

E essa é a essência do couch: compartilhar culturas, entender hábitos e crescer junto.

A principal coisa que você deve saber antes de começar a viajar (ou receber gente) é que couchsurfing não é apenas hospedagem de graça, a ideia é sempre dedicar tempo a pessoa que te recebeu/que você está recebendo. Cozinhar pro seu host algo típico do seu país ou região, levar seu surfer pra conhecer os pontos turísticos da cidade (ou melhor, aquela parte não tão turística que você adora) são ideias que você deve usar. É uma troca.
Não está planejando viajar e não tem nenhum espacinho na casa? Sem problemas! A comunidade CS tem muitas reuniões de membros em várias cidades do mundo. Os meetings podem ser somente para trocar ideias ou até mesmo para aperfeiçoar idiomas. A diversão é garantida: tem como uma reunião com grupo de viajantes ser chata?

Quer ter uma experiência assim, cadastre-se aqui (couchsurfing.org) e ofereça seu sofá 🙂

Workaway

O Workaway (workaway.info) não é a única plataforma de troca de hospedagem por trabalho, mas foi a que mais se adaptou às necessidades da Camila. Trabalhar 4 horas por dia em troca de hospedagem (e às vezes alimentação) rendeu experiências incríveis em Jericoacoara, Pucón (Chile) e La Rioja (Argentina)!

workaway-Trabalhar no paraíso sim possível

“Pessoalmente, eu gosto da ideia de trabalhar em Hostel: recepção, dicas de turismo, organização, limpeza, preparar café da manhã… Não ligo de fazer tudo isso olhando o mar em Jericoacoara”. (Camila, direto do Chile)

Mas Workaway não é só hostel não, tem gente que quer aulas de idiomas, ajuda para construir casas, cuidar de animais em fazenda… Tem de tudo!
O serviço é pago (USD 29 por 2 anos), mas você tem acesso a buscar os trabalhos sem pagar, pra entrar em contato com a pessoa que oferece a vaga, só pagando mesmo. Mesmo assim, o preço não é absurdo por um serviço tão confiável e bem feito como é esse.
Essa experiência ajuda muito: os gastos de alimentação e hospedagem caem a quase zero e você ainda pode dar uma parada no caso de uma viagem longa… Nada como dormir na mesma cama por algumas semanas e ter um ritmo “normal” de vida pra te dar mais força pra seguir. Além de te dar uma possibilidade de conseguir um outro trabalho, pra conseguir dinheiro pra continuar viajando.
Depoimento da Camila Lisboa dO Melhor mês do ano.
=================================================
Descontos para seguidores:
➜ Desconto de até R$ 179 no AirBNB
Primeira viagem de graça pelo Buser
➜ Desconto de USD 10 na anuidade da Worldpackers
➜ Desconto em Seguro viagem
➜ Reserve ingressos para qualquer atração na Europa e fuja das filas
➜ Chip de viagem internacional para ficar conectado em qualquer lugar do mundo

Precisa de hospedagem barata em qualquer lugar do mundo?
Reserve por Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!
E que tal visitar museus pela Europa sem fila?
Reserve com o TicketBar Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Quer saber tudo e mais um pouco sobre veneza?
Compre o e-book! Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Tradutora, redatora e mochileira, trabalho de qualquer lugar desde 2018. Mostro que é possível fazer intercâmbio e mochilão sem precisar gastar demais. Até agora, visitei 23 países, morei na Holanda, na Alemanha, na China. Fiz 5 intercâmbios - 3 com bolsa de estudos e outros trabalhando ou como voluntária - fiz voluntariado no Brasil e na Europa, mochilão pela Europa, e agora estou no Brasil, último destino: Peru.

One thought on “Duas plataformas que você deveria conhecer se quer viajar barato e se divertir

  1. Adorei! =) Essas são formas de viajar e economizar e o legal é que dá pra se manter viajando por muito tempo! Tomara que as dicas sejam úteis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

virandogringa