Tour ecológico: 3 dias em Foz do Iguaçu pra quem ama a natureza

Nesse post vou falar sobre atrações ecológicas de Foz do Iguaçu, para uma viagem de 3 dias. Separei os meus passeios preferidos que com certeza vão agradar quem gosta de ver preservação do meio ambiente num dos lugares mais lindos do Brasil.

Foz do Iguaçu é um cidade bem variada, então um roteiro de 3 dias em Foz do Iguaçu pode incluir todo tipo de atração, desde locais pra fazer compras infinitas (incluindo uma voltinha no Paraguai), até um passeio mais tecnológico (pra quem gosta de ver as turbinas gigantes), tem também o bar de gelo, o RafaInn churrascaria show que mostra danças típicas e música de vários lugares do Brasil e do mundo (é aquele lugar que a gente leva os pais pra comer muito churrasco e curtir um Galopeira, sabe?)…Enfim, tem coisa pra absolutamente todos os gostos em Foz.

Esse texto é especialmente pra quem ama a natureza e gosta de ecologia e ciência, como eu 🙂

O que fazer em Foz do Iguaçu: primeiro dia

Parque das aves

A atração mais linda e encantadora de Foz, o Parque das Aves é imperdível.

Não tô falando isso da boca pra fora, eu realmente faço comercial sobre esse parque pra todo mundo, pois dá orgulho de ver um projeto bem executado como esse, ver as aves felizes e à vontade com os cuidadores e com o público.

Eles conservam 16 hectares de mata atlântica restaurada e cuidam de mais de 1400 aves de 150 espécies. É realmente um lugar mágico, onde você consegue ver que o dinheiro de cada ingresso vale muito pra eles.

Cataratas – Lado Brasileiro

Esse passeio é fácil de fazer com conjunção com o Parque das Aves porque é um do lado do outro. Você pode pegar um ônibus do centro até a entrada das cataratas e ir à pé para o Parque.

Se o seu hotel for perto do Terminal de Transporte Urbano, de lá você pode pegar ônibus para as Cataratas brasileiras e Parque das Aves, Itaipu, Templo Budista, Mesquita Muçulmana, bares, restaurantes e até para o aeroporto. É muito fácil conhecer Foz do Iguaçu de ônibus. No terminal você encontra todas as informações sobre as linhas e os horários, tem tabelas disponíveis e os funcionários são bem prestativos.

A vantagem de visitar o lado brasileiro das cataratas é que você consegue ter uma visão próxima das quedas, andando pelas passarelas. No Lado Argentino, o foco é mais na trilha e na admiração da floresta em volta do parque, que também vale muito a pena. Os dois lados tem vantagens e vale a pena fazer os dois passeios.

O Parque Nacional do Iguaçu preserva a vegetação da selva subtropical que rodeia a Área das Cataratas: 2 mil espécies de plantas e 400 de aves. Conta com dois circuitos: Inferior e Superior. No Circuito Inferior, as passarelas vão até quase dentro das quedas de água enquanto que o Circuito Superior, como o nome já diz, é por cima da queda, você vai ter a garganta do diabo de cima, é bem legal também.

 

Pra quem tá com mais grana, dá pra sobrevoar as Cataratas do Iguaçu de helicóptero, bem como fazer passeios em barco a motor no rio.

O Lado brasileiro tem muitas outras coisas pra ver, por isso vale um dia: o Centro de Visitantes, o Zoológico, o Parque das Aves, a Trilha do Poço Preto, o Salto do Macuco, a Trilha das Bananeiras, a Praça e Estátua de Santos Dumont, homenagem feita porque ele usou todo seu prestígio junto ao Governo do Estado do Paraná na transformação da Área das Cataratas do Iguaçu num Parque Nacional. Valeu Santos Dumont!

O que fazer em Foz do Iguaçu: segundo dia

 

Refúgio Ecológico Bela Vista

 

Regardez cette publication sur Instagram

 

Um lugar que sempre quis conhecer, Foz do Iguaçu, é muito muito mais que só as cataratas…e as muambas Heuaheuha Essa foto foi feita durante o passeio de visita de Itaipu. Tem dois tipos: o simples e o completo. Como eu queria guardar horas pra visitar o refúgio ecológico no mesmo dia, fiz o simples. Mesmo sendo o mais barato e rápido rendeu fotos lindas e deu pra admirar paisagens bem legais! Agora diz aí: Quem já foi no Refugio Biológico Bela Vista? No mesmo em que dia fiz essa foto, também visitei esse lugar tão valioso e tão lindo q é o Bela vista..eles cuidam dos animais em perigo, fazem tanto por todos nós! Ele foi criado em 1984, com 1920 hectares, pra compensar o impacto ecológico de Itaipu. Então em vez de fazer o passeio completo de Itaipu, compensa mais usar suas horas pra ir no Refúgio!!! Cuidar da natureza é cuidar de nós mesmos como espécie…É um trabalho q vc precisa prestigiar! o mais doido é q nem sabia q eles existiam até começar a pesquisar pra essa viagem! É sempre bom investigar os lugares antes de ir e ajudar as iniciativas que valem a pena! Visita ao refúgio valeu cada centavo! Quando for a Itaipu, faça essa troca…menos horas vendo turbina, mais horas de natureza 🌱🌱🌱🌱🌲🌳🌴🌵🌷

Une publication partagée par Juliana | Viagem alternativa (@virandogringa) le

ECOMuseu

O EcoMuseu é um espaço feito pela administração de Itaipu e definitivamente merece mais atenção dos turistas!

Lá dentro você encontra um modelo das bacias hidrográficas da região, feito em uma maquete embaixo de um chão de vidro que você pode andar em cima! É muito foda, parece aqueles museus de ciência da Europa. Tem outras maquetes explicando erosão do solo, tem uma parte toda dedicada às populações indígenas que ocupavam a região antes da colonização e muito mais informação sobre a região.

Além disso, também é possível ver a história da construção da usina, como funciona uma turbina por dentro, fotos históricas da época do alagamento e muito mais.

Zoológico Municipal

O Zoológico merece uma visita por causa dos animais, pois a administração me pareceu um pouco largada. A entrada é gratuita, fui num dia de chuva e só tinha eu lá dentro. Procurei por funcionários, mas não encontrei ninguém – e olha que fiquei lá por horas, pois me apaixonei pela onça pintada e fiquei conversando com ela por MUITO tempo.

Mais tarde vi um funcionário da limpeza, mas não encontrei durante toda a visita ninguém da administração, nem ninguém que poderia me explicar sobre a situação dos animais. Aquela onça me deixou feliz e triste ao mesmo tempo, pois ela se comportava como um cachorrinho. Na boa, não façam isso quando forem, mas eu coloquei a mão dentro da jaula porque sou louca, e passei a mão no pêlo dela, que era bem duro (nada macio como eu pensava que seria). Ela era mais dócil que muito cachorro que vi por aí, o que não é esperado de um animal silvestre at all!

Uma onça que parecia um gatinho

Fiquei com bastante dó porque ela era muito muito carente, e toda vez que eu fazia menção de ir embora, ela fazia barulhos e se esfregava na grade pra chamar minha atenção e me fazer ficar. Os outros animais do zoológico era jacarés, macacos e alguas aves. Nenhum dos animais parecia maltratado, de forma alguma, todos estavam sadios, sem machucados e sem sinais de trauma, não estavam magros demais e dava pra ver que a comida era fresquinha. Porém parecia que estavam sozinhos naquele espaço :/

O que fazer em Foz do Iguaçu: terceiro dia

Cataratas Lado Argentino

Tire um dia inteiro pra fazer esse passeio, pois o parque é gigante e você faz tudo à pé. Até tem um trenzinho que você pode pegar num trecho de subida, pra depois descer, mas se conseguir e tiver energia, é na raça mesmo.

Parque Nacional Iguazú foi criado em 1934 com o objetivo de conservar as Cataratas e a biodiversidade que as rodeia. Localizado no norte da província de Misiones, o parque é enorme, com mais de 60.000 hectares e a sua entrada está a 7 km da cidade de Puerto Iguazú.

Lá dentro você pode fazer uma infinidade de atividades, tem passeios de barco na parte de cima das cataratas para observar os pássaros, tem passeio radical pra ri embaixo da queda d’água, tem passeios à pé para famílias e muito mais. Vale a pena tirar o dia pra isso, até porque não é perto do centro e você precisará reservar um transporte no seu hostel pra chegar lá, ou pode ir de ônibus.

Se quer Ir pra Puerto Iguazu de ônibus: Na rua Mem de Sá, bem ao lado do Terminal central, você também pode pegar ônibus para Paraguai e a Argentina. É tudo fácil e bem organizado. As passagens de ônibus urbano custam R$ 2,85 e as internacionais custam R$ 4. O ônibus de Puerto Iguazú até as cataratas argentinas custa R$ 20 (70 pesos) ida e volta, portanto você pode ir e voltar do seu hostel em Foz até as cataratas argentinas por R$ 28 por pessoa.

Com certeza foi o passeio que mais gostei porque a natureza é realmente conservada, inclusive tem áreas que os turistas não podem ir (o que é otimo!).

É impossível tirar uma foto seca nesse lugar! Mas vale a pena

E aí gostou das dicas de Foz? Tem sugestões? Deixe um comentário!

Precisa de hospedagem barata em qualquer lugar do mundo?
Reserve por Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!
E que tal visitar museus pela Europa sem fila?
Reserve com o TicketBar Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Quer saber tudo e mais um pouco sobre veneza?
Compre o e-book! Aqui e ajude o blog sem pagar nada a mais por isso!


Sou tradutora e criadora de conteúdo, nômade digital. Gosto de falar de viagem barata, mochilão, dicas de intercâmbio alternativo e sou uma caçadora incessante de bolsas de estudo. Em 29 anos de vida, fiz 4 intercâmbios, conheço 23 países (por enquanto), e já morei em: Holanda, Alemanha e China. Vem compartilhar aventuras de viagem por esse mundão! :)

One thought on “Tour ecológico: 3 dias em Foz do Iguaçu pra quem ama a natureza

  1. Juliana, o PC Siqueira abriu seu pacote no mande seu objeto, o pessoal está indo no seu canal do youtube, se você começar a postar vídeos dá tempo de surfar nessa onda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *