Worldpackers: como funciona? é seguro? quanto custa?

O post de hoje é sobre uma galera que conecta anfitriões a mais de 2 milhões de voluntários no mundo inteiro, vou explicar como funciona a Worldpackers. Venho usando essa plataforma desde 2018, tem muitas vagas pra trocar trabalho por hospedagem em mais de 100 países.

Acho ótimo para aprender idiomas por imersão, conhecer locais e sair um pouco do circuito turístico. Também considero uma das mais seguras, quando comparamos com Workaway e Wwoof – apesar de já ter feito wwoof na bélgica e deu tudo certo!

O que é a Worldpackers?

Basicamente, a Worldpackers é um site e aplicativo onde você pode procurar hostels, pousadas, ecovilas, hotéis, centros de meditação e outros tipos de anfitriões que estão dispostos a trocar acomodação por habilidades que você oferece.

Alguns anfitriões também oferecem refeições, aulas de idiomas ou yoga, bicicletas, aulas de surf em troca da ajuda com afazeres do anfitrião. Tem de tudo, pois a WP está atuando em mais de 100 países atualmente. O serviço é mais forte no Brasil, Estados Unidos, Europa e também na Ásia.

A Worldpackers é Voluntariado ou Intercâmbio de Trabalho?

Existe uma certa confusão com os nomes voluntariado e intercâmbio de trabalho. Eu considero a Worldpackers um pouco dos dois. Por exemplo, tem vagas em projetos sociais que pode ser considerado voluntariado – porque algumas inclusive pedem ajuda de custo.

Já as vagas em hostels, pousadas e locais mais turísticos, onde você faz turnos com outros voluntários e faz tarefas como café-da-manhã, limpeza, recepção, guia… Essas eu chamaria de intercâmbio de trabalho!

Basicamente, o anfitrião precisa economizar com um tarefa, e você está a fim de economizar com hospedagem. A Worldpackers junta os dois e faz a viagem acontecer 😉

Que tipo de intercâmbio ou voluntariado posso fazer com a Worldpackers?

O que você sabe fazer de melhor? Tem algo que gostaria de aprender a fazer na prática? Você pode ter uma experiência diferente ajudando um anfitrião que é nativo no idioma que você quer aprender, ou manja tudo de permacultura!

Muito além de economizar com hospedagem, o ponto forte da Worldpackers são as trocas culturais entre os dois lados. Isso é muito importante ter em mente quando fizer intercâmbio de trabalho ou qualquer voluntariado. Você pode também ser aquela força extra nas tarefas de uma fazenda, pode cuidar de animais ou de crianças.

Tem várias experiências disponíveis, nesse post falo sobre como fazer seu perfil e encontrar uma vaga que dê certo para o seu perfil.

Worldpackers: Como funciona?

Passo a passo:

  1. Crie um perfil no site (grátis),
  2. Pesquise anfitriões em mais de 100 países (grátis),
  3. Candidate-se para quantas vagas de voluntariado quiser (membro pagante),
  4. Converse com anfitriões e tire suas dúvidas sobre as oportunidades que encontrar (membro pagante),
  5. Verifique a documentação necessária caso queira ir para fora do país!
  6. Se for aprovado para um voluntariado, confirme a sua viagem na plataforma
  7. Assista os cursos da Academy!
  8. Depois da experiência, você e o anfitrião deixam avaliações

1. Crie um perfil de graça no site

A primeira página que você vê é para escolher o tipo de destino, que vai desde “Amantes da Natureza” até “Viagem Longa”, passando por trabalhos como chef, trabalhos de impacto social, trabalhos em cidades com vida noturna mais agitada, entre outros. Você pode colaborar com projetos sociais, ONGs, ecovilas, hostels e comunidades e receber em troca hospedagem, alimentação e outros benefícios. São milhares de anfitriões para voluntariar em mais de 100 países!

No seu perfil, fale sobre você, o que gosta de fazer nas suas viagens e o que busca com as suas experiências pela Worldpackers. Se quiser adicionar um vídeo, o seu perfil ficará em destaque.

2. Encontre experiências que você quer viver

Seja para suas férias, um período sabático ou viver viajando, viva uma imersão na cultura local, pratique idiomas, conheça novas pessoas e cause impacto positivo nas suas viagens. Não pense na Worldpackers apenas como um site para encontrar hospedagem barata, vamos entender melhor sobre como funciona a Worldpackers.

Eu enxergo essa plataforma como um site de viagens de experiência e intercâmbios culturais. Por isso é preciso estar com a mente aberta e o coração também. Prepare-se bem para viajar de um jeito diferente, permaneça tranquilo caso aconteçam imprevistos, pois é normal!

O perfil de pessoa que faz voluntariado pela Worldpackers pode ser muito variado, mas sabemos que 60% dos usuários são mulheres e temos viajantes desde 18 até 60 anos. Não é permitido que menores de idade tenham perfil no site. Vamos falar sobre os planos mais a frente.

Quanto tempo dura uma experiência da Worldpackers?

Depende. Muitos hóspedes podem ficar até meses no mesmo local, mas o mais comum é ficar por volta de 3 semanas-1 mês. As minhas duas experiências de voluntariado tiveram duração de até uma semana. Tudo vai depender de cada anfitrião e o que oferecem.

anuidade da Worldpackers custa por volta de R$300, dependendo do plano. Mesmo que você não viaje full-time, ou não seja nômade, dá pra encaixar muitas viagens em 12 meses.

Você pode economizar em várias pequenas viagens no ano, pois existem anfitriões que aceitam voluntários por alguns dias ou uma semana. Não necessariamente você precisa passar um mês inteiro ou vários meses trocando trabalho por hospedagem.

3. Worldpackers: como funcionam os planos

A Worldpackers tem três planos e dois deles tem trilhas, vamos ver como funciona:

O primeiro plano é o Academy, que te dá direito a assistir os cursos sobre nomadismo digital, mochilão e outros assuntos. O segundo plano é o Trips, que te permite viajar pela Worldpackers por 12 meses – este plano pode ser modificado para o Plano Casal ou Dupla, quando você viaja junto com alguém e gostaria de voluntariar ao mesmo tempo!

O terceiro plano inclui tudo que falei acima num pacote só, por isso se chama Pack! Escolha um plano para viajar sozinho ou acompanhado, entrar em contato com os anfitriões e ter acesso aos benefícios da nossa comunidade. Para os membros pagos da Worldpackers existem algumas vantagens:

  • Entrar em contato com qualquer anfitrião e confirmar quantas viagens quiser.
  • Contar com o seguro WP que te dá 3 dias de hospedagem gratuita caso o seu voluntariado não dê certo
  • Contar com a equipe de suporte antes, durante e depois das suas viagens.
  • Ganhar uns trocos com os WP Programs.

Atualmente se paga uma anuidade para fazer quantas viagens quiser no período de 12 meses. Eu costumo fazer viagens curtas de uma semana, mas conheço pessoas que vivem fazendo Worldpackers pelo Brasil e mundo afora ficando por vários meses em um mesmo local.

Vai depender do que você busca com a sua viagem, quais são seus objetivos?

Como funciona o desconto:

Você pode usar o código de desconto VIRANDOGRINGA em qualquer um dos planos. Portanto, seu investimento com desconto fica no valor de:

  • WP Trips Solo = USD 39 (R$ 200) com o código, acesso válido por 15 meses);
  • WP Trips Dupla = USD 49 (R$ 250) com o código, acesso válido por 15 meses);
  • WP Pack = USD 89 (R$ 450) com o código, acesso válido por 15 meses).
  • WP Academy = USD 29 (R$ 150) por trilha com o código – cada trilha tem dezenas de cursos);

4. Converse com anfitriões e tire suas dúvidas sobre as oportunidades que encontrar

Depois de se tornar membro, dê uma olhada na lista de anfitriões da WP, veja as vagas que combinam com você e envie mensagens aplicando para as vagas. É muito importante enviar mensagens BEM completas, pois isso ajuda na escolha, para que te conheçam melhor.

E a recíproca também vale, ou seja, se o anfitrião não tiver uma descrição bem completa das atividades, do local e do que esperar da sua experiência – não se candidate ou avise o suporte. As vagas precisam ter descrições preenchidas em detalhes, ok?

Escolha os anfitriões criteriosamente e tenha um perfil nota 10, para poder exigir o mesmo padrão de qualidade de quem te recebe 😉

5. Como funciona Worldpackers no exterior

Verifique a documentação necessária para o intercâmbio de trabalho fora do país

Para viajar pelo Brasil ou América Latina, você só precisa de RG. Porém, para o restante do planeta você precisa de um passaporte válido. Em 2015, o passaporte passou a ter validade de 10 anos (antes era 5) e o preço subiu para R$ 257,25.

  • Para tirar passaporte pela primeira vez: preencher o formulário de solicitação no site da polícia federal, pagar a taxa GRU, realizar o agendamento. No dia, levar RG, CPF e certidão de nascimento ou casamento. Não é mais necessário apresentar título de eleitor, comprovantes de votação ou de serviço militar, porém é importante estar em dia com a justiça eleitoral e serviço militar, já que é feita uma checagem no momento da emissão.

Para fazer qualquer um dos tipos de intercâmbio pela Worldpackers, seja em hostels, centros ou ecovilas, você é responsável pelo seguinte:

  • visto,
  • passagem aérea
  • seguro saúde – obrigatório dependendo do país.

Por exemplo, quando você viajar para a Europa, terá que cuidar de um seguro com cobertura acima de 30 mil euros, já nos EUA o seguro de viagem não é obrigatório para turistas. Apesar de não ser obrigatório em todos os países, seguro de viagem é fundamental para viajar em paz, não deixe de usar, nem que seja dos mais simples.

6. Worldpackers é seguro?

Como usar a WP com segurança

Uma das dicas mais importantes sobre voluntariado pela worldpackers é saber se o intercâmbio direto é confiável. Para garantir uma viagem mais segura é fundamental nunca combinar viagens fora da plataforma.

Uma vez que a lista de hostels/anfitriões disponíveis é disponibilizada gratuitamente, muita gente pensa que é mais fácil falar com os anfitriões “por fora” para não pagar os planos. Essa ideia pode parecer boa no começo, mas tira o direito ao suporte e seguro. Então, se você estiver fazendo essa troca por fora, não vai ter muito para quem recorrer se der alguma treta.

Neste post sobre como funciona a Worldpackers você está conhecendo todas as partes boas desse serviço e tudo que podem te oferecer. Mas também existem imprevistos e problemas, nem tudo é perfeito. Para ser viajante da Worldpackers, você precisa ter uma certa malemolência! hahah

O que quero dizer com isso? Você precisa ter jogo de cintura para lidar com pessoas diferentes – de outros estados do Brasil ou de outros países, e que podem pensar diferente de você. Mesmo assim você vai estar dividindo um local com essas pessoas.

Do fundo do coração, eu acho que é possível se dar bem com gente de todo tipo. Uma coisa que me ajudou nisso foi aprender sobre comunicação não violenta. Ainda estou aprendendo sobre isso, mas achei super legal esse curso da Academy.

7. Como funciona a Worldpackers Academy

A Academy é um braço da WP que tem cursos relacionados a viagens e nomadismo digital. Tem alguns vídeos que foram feitos especialmente para os voluntários e ajudam a ter um perfil acima da média.

Tem também os cursos mais avançados para Planejamento de Viagem ou Nomadismo Digital. Com essas trilhas da Academy você pode aprender uma nova profissão, estudar idiomas ou planejar as finanças de um período sabático.

Trilhas da WP Academy

Os cursos da Academy são separados em trilhas por assunto. A trilha sobre a Worldpackers é gratis e todos os membros da comunidade tem acesso a elas, basta criar um perfil na plataforma.

As outras duas trilhas, sobre nomadismo digital e planejamento de viagens, são vendidas separadamente e você pode adquirir cada uma pelo valor de USD 39 cada, e tem total acesso a todo o conteúdo da trilha durante 12 meses. Tem cursos de diversos assuntos como:

  • Como criar um negócio de viagens no Instagram
  • Como crescer organicamente no Instagram
  • Como fazer vídeos para Youtube
  • Como criar um blog de viagens e lucrar com ele
  • Curso Básico de Inglês para Viajantes
  • Curso Básico de Espanhol para viajantes

Gravei dois cursos para a Academy, o primeiro foi a convite da WP para falar sobre minha carreira como tradutora nômade. Nesse curso de tradução online conto sobre algumas ferramentas que me ajudaram a começar e que vem me ajudando nesses 5 anos como freelancer.

O segundo é um curso básico de inglês para viajantes, onde ensino frases úteis para qualquer viagem, além de dar exemplos de mensagens para escrever pro anfitrião na hora de aplicar pra uma vaga de voluntariado pela Worldpackers.

Vale a pena pagar o plano da worldpackers para viagens curtas?

Sim! Tanto pela experiência como pelo preço. Pense comigo: esses 49 dólares podem ser usados para estadias durante um ano inteiro. Esse valor equivale a uma ou duas hospedagens em hotel ou hostel fora do país – dependendo do país e do seu estilo de viagem pode valer muito mais.

Fechando como voluntário em hostel você pode conseguir até um quarto privado como foi o meu caso em Belo Horizonte no voluntariado que fiz em 2018. Trabalhei em hostel fazendo pintura e decoração e em troca do trabalho de arte eu tinha um quarto só pra mim no centro de BH por uma semana + o café da manhã!

Esse é um bom exemplo de como funciona a Worldpackers: eu trabalhava praticamente no horário que queria, pintava o hostel e ajudava a preparar algumas refeições. O combinado era receber só o café-da-manhã mas acabamos ganhando almoço em alguns dias. Sua experiência vai depender muito da postura do anfitrião e o quão preparado ele está para te receber.

Entre as opções de Work and Travel para quem quer fazer esse tipo de intercâmbio, com certeza a Worldpackers é uma das mais baratas. Você paga passagem, visto, seguro saúde e a anuidade. Porém, comparado a custos de agências de intercâmbio work and travel nos EUA, Canadá, Irlanda, Malta, Austrália e outros…é bem mais em conta.

Você pode ir pela Worldpackers para todos esses países na lista de mais de 100 onde estão presentes, porém o processo terá que ser coordenado por você – que vai pesquisar, encontrar os anfitriões, conversar com eles, conferir as regras, procurar passagens, etc. É trampo sim, mas compare com outras modalidades de intercâmbio como Au Pair ou escolas de idiomas e verá que vale a pena.

Worldpackers: como funcionam os filtros para achar os melhores anfitriões

  • Quando estiver usando no computador, os filtros estarão do lado esquerdo da tela.
  • No app do celular, você usa os filtros quando clica para procurar vagas

Se tiver perguntas, sempre responda de forma bem completa o que o anfitrião quer saber. E eles devem fazer o mesmo: se você enviar perguntas para um anfitrião e ele não responder – pergunte de novo. Caso não responsam suas dúvidas, entre em contato com o suporte.

Em cada vaga você tem fotos do local, descrição do que vai fazer (jardinagem, social media, limpeza, recepção, fotografia, videomaker e outros). Aparecem também quantas horas por semana ou por dia você vai ajudar o anfitrião.

Sempre leia tudo nessa parte, pois descreve como vai ser o seu quarto, tipo de cama, quantas refeições você terá inclusas e tudo que precisa saber para confirmar a viagem!

CLIQUE NA IMAGEM PARA PEGAR O SEU DESCONTO DE 10 DÓLARES:

Tradutora, redatora e mochileira, trabalho de qualquer lugar desde 2018. Mostro que é possível fazer intercâmbio e mochilão sem precisar gastar demais. Até agora, visitei 23 países, morei na Holanda, na Alemanha, na China. Fiz 5 intercâmbios - 3 com bolsa de estudos e outros trabalhando ou como voluntária - fiz voluntariado no Brasil e na Europa, mochilão pela Europa, e agora estou no Brasil, último destino: Peru.

7 thoughts on “Worldpackers: como funciona? é seguro? quanto custa?

  1. Oil!! Parabens pelo teu blog, estou amando!! Fiquei com uma duvida sobre esse post… Aceitam o visto de turismo para esse trabalhos? Ou tem algum outro específico?
    Bjs!

    1. que massa q vc tá lendo vários posts 😀
      como é uma troca e vc não vai ser contratada nem nada, é com visto de turismo mesmo que se faz voluntariado.
      Alguns países tem visto de voluntário tb, mas vai de pesquisar país por país 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

virandogringa